Máquina de estampar camisetas [ Guia para não errar na escolha ]


O ramo de estamparia tem se mostrado uma opção atrativa para quem deseja empreender, tanto pela versatilidade em criar vários produtos quanto pela boa margem de lucro. Além disso, as pessoas adoram estampas, e um toque de autenticidade gera interesse por parte do consumidor que valoriza a exclusividade, principalmente quando tratamos de camisetas personalizadas.

No entanto, um dos primeiros impasses ao investir num negócio de estamparia é justamente a escolha correta da máquina de estampar. Portanto, antes mesmo de pesquisar por preço, modelo ou marca do equipamento, é importante considerar o volume de produção diária que você pretende confeccionar e o tipo de camiseta que vai produzir.

Ao ter estas respostas é imprescindível conhecer as diversas técnicas de estamparia para então analisar qual delas é a ideal para você trabalhar, de acordo com o produto que você quer produzir.

Máquina de estampar camisetas - Guia para não errar na escolha

Só a partir de então você estará apto a escolher a máquina certa para seu negócio.

Durante a pesquisa, fique atento às marcas mais mencionadas por profissionais que já tenham experiência na área de estamparia.

Longe de querer promover alguma marca específica, ainda assim cito as fabricantes Rimaq, Compacta Print, Metalnox, Kornit e DTG como os fabricantes mais conceituadas entre as pessoas que atuam na área de estamparia.

Tipos de camisetas para estampar

A qualidade do produto final também é definida conforme o tipo do material e a técnica de estamparia de camisetas que você irá empregar, pois o tecido interfere tanto no visual da camisa quanto no conforto em vesti-la. Então, na hora de decidir qual o tecido que irá usar para confeccionar sua camiseta, tenha em mente a finalidade para a qual ela será empregada.

Há uma enorme variedade de tecidos, seja com fibras naturais, sintéticas ou mistas. Já em relação ao fio, quanto menor é a sua espessura, melhor é a qualidade, como o fio 30.1.

máquina para imprimir camisetas malhas e tecidosO fundamental é você compreender que há tecidos mais adequados para alguma técnica de estamparia do que outras, como exemplo, as malhas de poliéster que são ideais para se trabalhar com sublimação.

Conheça em detalhes os principais tecidos e suas funcionalidades no artigo tipos de malhas para camisetas.

Técnica de estamparia utilizada

Existem 4 principais técnicas de estamparia utilizadas para confeccionar camisetas personalizadas. São elas: sublimação, transfer (termocolantes), serigrafia (silk-screen) e estamparia digital direta.

Sublimação

Essa é uma técnica que ganhou popularidade e ainda continua a crescer. Basta olharmos para o lado e visualizamos não somente camisetas e outras peças de vestuário, mas também produtos de decoração e de souvenir (canecas, chinelos, chaveiros, long drink, etc.).

Muitos empreendedores iniciam seu primeiro negócio a partir da sublimação (inclusive trabalhando em casa). Entre os principais fatores, está o baixo investimento para entrar no mercado e a facilidade de operação. Hoje, com aproximadamente R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e mais treinamento, já é possível começar a estampar e vender os produtos confeccionados.

A sublimação é um processo de transferência de uma imagem do papel para o tecido por meio de uma prensa térmica.

No entanto, durante o processo ocorrem mudanças físicas da tinta sublimática. Enquanto a tinta está no tanque de reservatório da impressora (bulk ink), ela apresenta o esta líquido, mas ao ser impressa uma arte no papel, essa tinta muda para o estado sólido.

Máquina de sublimar camisetas
Camisetas estampadas em full print com sublimação.

A sublimação acontece quando esse papel com a tinta sólida é submetido a uma grande pressão e a alta temperatura. De sólida, a tinta muda para vapor e adere às fibras do tecido, transferindo a arte para a camiseta. A peça estampada não apresenta desníveis ao tocá-la, como se a camiseta já tivesse sido fabricada com a estampa.

Nessa técnica, você irá utilizar tinta sublimática e papel sublimático, além de uma impressora adaptada para essa tinta especial.

Não há limites de cores na sublimação, mas a qualidade do produto final depende diretamente de qual tecido você for escolher para estampar com essa técnica. Não é possível, por exemplo, estampar com qualidade camisetas escuras ou coloridas, a menos que use outra técnica auxiliar. As estampas ficam com cores mais vivas em fundos brancos ou claros, pois as impressoras não imprimem tinta branca.

Outra questão, é a necessidade de utilizar tecidos de poliéster para aplicar a sublimação. O recomendado é optar por uma camiseta com no mínimo 80% de poliéster na composição, caso contrário, a qualidade da estampa, assim como a durabilidade será comprometida. Ou seja, a sublimação não é ideal para estampar camisetas de algodão, diferentemente da serigrafia.

Transfers e termocolantes

Ao trabalhar com Transfer, o papel é especial enquanto a tinta é comum (pigmentada), diferente do processo de sublimação em que a tinta é sublimática. Então, no momento da aplicação da estampa para a camiseta, que acontece na prensa térmica, o papel transfer com tinta será colada no tecido.

Por isso que em muitos casos a estampa fica com aspecto de um adesivo colado sobre a camiseta, o que não ocorre na sublimação.

Camisetas impressas com transfers e termocolantes

Pelo fato de não ser possível sublimar tecidos de algodão, muitas pessoas usam técnicas complementares como o OBM, o papel dark transfer, laser filme, entre outros. Mas não confunda esses processos com sublimação, pois embora sejam técnicas que se utilizam do calor para estampar, possuem grandes diferenças.

E uma dessas discrepâncias é em relação a qualidade do produto final, algumas camisetas desbotam com as lavagens, outras começam a descolar do tecido e ainda a rachar.

Artigos relacionados que você deve ler:

Serigrafia (silk-screen)

A serigrafia é uma técnica utilizada há séculos que continua em alta no ramo de estamparia têxtil (camisetas e roupas em geral).

O processo de impressão acontece quando a tinta é vazada com auxílio de um rodo por meio de uma matriz de poliéster ou nylon bem esticada. Essa matriz é gravada pelo processo de fotossensibilidade, depois é preparada com uma emulsão fotosensível para ser colocada sobre um fotolito, que por sua vez é inserido em uma mesa de luz.

Os pontos escuros do fotolito correspondem aos locais que ficarão vazados na tela, permitindo a passagem da tinta pela trama do tecido. Já os pontos claros (onde a luz passará pelo fotolito atingindo a emulsão), são impermeabilizados pelo endurecimento da emulsão fotosensível que foi exposta a luz.

máquinas necessárias para serigrafia em camisetas

Após o uso das matrizes e rodos, é necessário que sejam limpas para estarem em perfeito estado para serem utilizadas novamente.

O ponto fraco dessa técnica é a impossibilidade de produzir uma quantidade pequena de camisetas (tiragens baixas), por exemplo. Pois o processo de setup e gravação de matrizes irá encarecer de mais o produto.

Leituras complementares:

Estamparia digital direta (DTG)

O método de impressão digital direta, também conhecido como DTG, é prático e rápido, por dispensar a fabricação de matrizes como as utilizadas na serigrafia.

Uma impressora especial jato de tinta aplica a tinta diretamente no tecido ou malha (inclusive de camisetas prontas – já costuradas), sendo que o material para impressão é uma tinta especial à base d’água que é absorvida pela camiseta.

A técnica possibilita a impressão de imagens mais detalhadas e em alta resolução, com inúmeras cores e permite a personalização do produto individualmente. Outro ponto forte é a capacidade de atender clientes que exigem quantidades pequenas do produto, você pode até mesmo produzir somente uma única peça.

máquina de estamparia digital direta imprimindo em camiseta preta já costurada

Há dois tipos de impressoras digitais: Plotters, fabricadas inicialmente para impressão de papel e posteriormente adaptadas para imprimir ou estampar tecidos; e as máquinas de impressão digital em tecidos com cabeçotes exclusivos para estamparia digital de tecidos (recomendadas).

Não deixe de ler a matéria Estamparia Digital Direta e entenda porque essa técnica é considerada uma revolução no mercado.

Máquina certa para sua estamparia

A seleção da máquina certa para seu empreendimento depende do tipo de negócio que você vai ter. Qual o nicho de mercado que você quer atingir, ou seja, para qual cliente você irá vender.

Se você tem a ideia de vender camisetas promocionais que serão distribuídas em eventos, por exemplo, é provável que sua produção será grande se compararmos com camisetas personalizadas para pessoas que valorizam exclusividade.

Não só o equipamento será diferente como também a técnica de estamparia que você irá aplicar e o tecido que irá escolher.

Mesmo se você adquirir um equipamento de destaque, fique atento a alguns detalhes, como o modo de operação da máquina. Há equipamentos que não são tão simples de manusear, o que irá lhe obrigar a fazer um curso para aprender a operá-lo. Portanto, verifique se o fabricante oferece essa capacitação.

Além disso, analise se a empresa oferece assistência técnica e como funciona, e se o equipamento permite acoplar acessórios para estampar outros produtos como bonés, chinelos, chaveiros, canecas, almofadas, entre outros.

O seu foco pode até ser trabalhar com camisetas personalizadas, mas caso no futuro você considere a possibilidade de diversificar suas vendas, já estará preparado.

Vejamos então as máquinas específicas para cada técnica de estamparia.

Máquina de estampar camisetas sublimadas

Ao optar pela sublimação de camisetas, você irá precisar de materiais fundamentais, como:

  • impressora jato de tinta adaptada com bulk ink;
  • papel transfer sublimático;
  • tinta sublimática;
  • tecido/camiseta com no mínimo 80% de poliéster na sua composição;
  • máquina de sublimação, ou seja, prensa térmica.

Existem diversos tipos de prensa térmica disponíveis no mercado, e cada uma é específica para sublimar determinado material.

A prensa plana, por exemplo, é ideal para sublimar camisetas ou aplicar sublimação total em um tecido. Já a prensa cilíndrica, é perfeita para canecas, copos e squeezes; e a a prensa 3D, é possível sublimar bordas de pratos, capas para celular ou tablet, e diversos outros materiais que não tem uma forma regular.

Além das mencionadas, também existem prensas multifuncionais, como a prensa 8 em 1, que possui 8 tipos de resistências para diferentes tipos de produtos; e a prensa 4 em 1, com 4 formatos distintos.

kits prontos para sublimar camisetas
Exemplo de kit prontos para sublimar

Uma opção interessante que há no mercado, são kits prontos para começar a sublimar. Geralmente o kit dispõe de um tipo de prensa térmica, algumas unidades de objetos para sublimação, como canetas, canecas, camisetas, copos, além de papel transfer sublimático, impressora jato de tinta e tinta sublimática para colocar no bulk ink.

Veja valores de algumas prensas.

 

MÁQUINA DE ESTAMPAR CARACTERÍSTICAS PREÇO
Máquina de Estampar Stampcor Start.

Marca: Rimaq

Área de trabalho:

25cm X 35cm

Ideal para: trabalhar com áreas reduzidas como camisetas até o tamanho P, M e G

R$ 2.499,00
Máquina de Estampar Stampcor Jr.

Marca: Rimaq

Área de trabalho:

35cm X 35cm

Ideal para: camisetas até o tamanho G

2.899,00
Máquina de Estampar Stampcor Plus

Marca: Rimaq

Área de trabalho:

40cm X 50cm

Ideal para: camisetas infantis, chaveiros e também produtos bem maiores como camisetas G, GG e extra GG.

3.699,00
Máquina de Estampar R25 + Impressora Sublimática

Marca: Compacta Print

Combo Promocional Estamparia Total R$ 3.410,00
Máquina de Estampar R25 + Maquina de Estampar Canecas + Impressora Sublimática Combo Promocional – Premium R$ 4.859,00
Marca: Compacta Print – R25 Máquina para Personalizar objetos planos com área de 25x35cm R$ 1.999,00
Marca: Compacta Print- R35 Máquina para Personalizar objetos planos com área de 35x35cm R$ 2.390,00

Máquina para aplicar transfer em camisetas

O primeiro passo é definir qual o equipamento que você irá usar para imprimir no papel transfer, impressora jato de tinta ou a laser.

O transfer com impressora jato de tinta necessita de um papel especial com tintas pigmentadas onde será feita a impressão, e depois o papel será adesivado sobre a camiseta usando a prensa térmica.

A prensa térmica para transfer é a mesma usada na técnica de sublimação, o que muda aqui é a impressora, a tinta e o papel.

É possível imprimir tanto camisetas brancas quanto coloridas e escuras, pois o papel transfer tem a função de servir como fundo branco. Por isso, é necessário que você tenha uma plotter ou tempo para recortar manualmente com uma tesoura o excesso deste fundo branco a fim de evitar bordas brancas na estampa.

filme termocolante de recorte para estampar camisetas

Apesar da vantagem do investimento baixo para entrar no mercado a partir do transfer a jato de tinta, essa técnica não é recomendada para artigos de moda, pois a camiseta ficam com aspecto plastificado, prejudicando o caimento da roupa. Além disso, a durabilidade do produto é muito aquém, a estampa fica desbotada após as primeiras lavagens.

Prefira usar esse método para produzir camisetas promocionais ou brindes.

Veja o que você irá precisar para trabalhar com essa técnica:

  • Impressora jato de tinta;
  • Tinta pigmentada;
  • Papel transfer;
  • Prensa térmica;
  • Plotter de recorte (opcional).

Na técnica transfer a laser, é utilizado uma impressora laser com toner comum e papel transfer especial. Também será necessário uma prensa térmica para aplicar o transfer, além de uma plotter de recorte para artes mais elaboradas.

Você também pode imprimir camisetas claras, coloridas e escuras e diversas composições (algodão inclusive), além de outros produtos de malhas e tecidos leves.

Apesar da vantagem de ser uma impressão mais rápida e as peças ainda ficarem com visual bonito, a durabilidade geralmente é ruim.

Os processos tanto jato de tinta quanto a laser são parecidos, portanto você pode escolher uma das técnicas, de acordo com os equipamentos que já possui.

Máquina para serigrafia

Se você deseja comprar uma máquina serigráfica automática ou semi-automática, o ideal é investir em um equipamento usado, mas que esteja em bom uso. Nos sites, como OLX e Mercado Livre você encontra várias opções de kits para começar a trabalhar sem gastar muito.

No vídeo a seguir você vê um carrossel pequeno automático em ação:

Veja abaixo os materiais básicos que você irá precisar para trabalhar com serigrafia:

  • berço (mesa ou carrossel de estamparia);
  • telas;
  • rodos;
  • emulsão;
  • espátula;
  • desengraxantes de telas;
  • soprador;
  • mesa de revelação;
  • estufa de secagem;
  • calhas;
  • tintas.

Só a título de exemplo fizemos uma rápida pesquisa de preços e chegamos a alguns valores:

PRODUTO PREÇO
Mesa para Gravação de Telas Serigráficas UV 65x55cm,

marca Master Ink

R$ 2.800,00
Lavadora de Telas LT-20

marca Master Ink

R$ 1.800,00
Mesa Gravadora de Telas Serigráfica SG-10 marca Master Ink R$ 889,00

DTG (estamparia digital direta)

A estamparia digital direta DTG é considerada por muitos a melhor técnica de estamparia. A qualidade do produto final é muito elevada, além de ter uma produção rápida e de fácil manuseio.

Essas características acabam elevando também o custo do silk digital. Uma impressora de pequeno porte nova pode custar até R$ 80 mil reais.

Assista a seguir máquinas DTG de grande porte estampando camisetas:

Devido ao alto investimento na compra de uma impressora DTG, é extremamente importante você pesquisar por uma marca que tenha credibilidade no mercado e que invista em pesquisa e inovação na área.

Outra questão é a certeza de o seu fornecedor oferecer excelência no suporte técnico com equipe especializada.

As principais marcas especializadas no ramo são: Epson; Kornit; DTG Digital; Brother e Anajet.

Conclusão

Não basta apenas ter uma boa ideia e levantar o capital necessário para investir em seu negócio. Há todo um processo de pesquisa para primeiro definir quem é o seu cliente, qual o tipo de produto que você deseja produzir, a técnica mais adequada e então a máquina ideal.

O recomendado é adquirir equipamentos novos, contudo, também é possível fazer uma ótima compra em sites como o OLX e Mercado Livre, onde você pode encontrar tanto produtos usados em bom estado como fabricantes nacionais.

Um ótimo trabalho e sucesso no seu negócio!

Review do leitor
Data
Opinião
Insights fantásticos que esse artigo me proporcionou. Sem dúvidas o mais completo e bem escrito da internet. Parabéns equipe Estampa Web, vocês são fera.
Nota
51star1star1star1star1star

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *