O processo de serigrafia silk screen – O que é e como fazer?

A serigrafia, também conhecida como silk screen, é atualmente o processo mais utilizado para estampar peças como camisetas, moletons, jeans, etc. O principal motivo de essa ser a técnica predominante na indústria da estamparia é o imenso leque de opções que ela abre. Ao longo dos anos os fabricantes de tintas e demais insumos vem fazendo lançamentos de produtos inovadores que estão dando novos ares ao já centenário silk screen.

Neste artigo você verá:

  • O que é serigrafia;
  • Como acontece o processo de silk screen.

O que é serigrafia?

O que é serigrafia?

O silk screen (mesmo que serigrafia) é um processo de impressão onde a tinta é vazada com auxilio de um rodo através de uma matriz de poliéster ou nylon bem esticada.

Essa matriz precisa ser gravada através de um processo de fotosensibilidade, onde a matriz preparada com uma emulsão fotosensível é colocada sobre um fotolito, que por sua vez é colocada em uma mesa de luz.

Os pontos escuros do fotolito correspondem aos locais que ficarão vazados na tela, permitindo a passagem da tinta pela trama do tecido, e os pontos claros (onde a luz passará pelo fotolito atingindo a emulsão) são impermeabilizados pelo endurecimento da emulsão fotosensível que foi exposta a luz.

A seguir descrevo para você as etapas deste processo secular, pois acredito que todo designer deve ao menos ter noção de como suas criações são estampadas em roupas e afins.

Pensando em começar com estampas? Clique no botão abaixo para conhecer o Jeito Fácil e o Jeito Difícil de começar...

 
 

Entenda como Começar a Trabalhar com Estampas sem Precisar Gastar NENHUM Real em Máquinas

1º Desenho

Tudo começa com o trabalho do designer, que geralmente junto com o estilista da peça estuda qual será o estilo da estampa, as cores, o tipo, os efeitos, a localização, etc. Baseado neste planejamento o desenhista / designer criar o desenho da estampa, que nesta parte do processo é chamada de arte.

Exemplo de arte feita no Illustrator
Exemplo de arte feita no Illustrator

2º Separação / seleção de cores

A arte (ou design, se preferir) é criada geralmente em softwares de ilustração vetorial como o Coreldraw e o Illustrator. Depois de pronta deve ser feita a separação de cores, pois a serigrafia exige que cada cor seja gravada em uma matriz diferente, para que, quando estampadas todas juntas formem a figura colorida.

3º Impressão de fotolitos / negativos

Agora é chegada a hora de imprimir os fotolitos (também chamados por alguns de negativos, vegetais, poliéster, etc). A qualidade da separação de cores e dos fotolitos vai influenciar diretamente na qualidade da estampa. De nada vai adiantar uma arte bem desenhada se as cores não encaixarem perfeitamente na hora de serigrafar.

Fotolitos sobre a matriz para serem gravados
Fotolitos sobre a matriz para serem gravados

4º Gravação de matrizes

Depois de impressos os fotolitos, os mesmos são enviados a serigrafia para a gravação das matrizes. Matrizes nada mais são que quadros de metal ou madeira com uma tela bem esticada, onde é passada uma emulsão fotossensível que em contato com uma fonte de luz UV endurece onde não está o fotolito, permitindo assim a revelação da arte do fotolito na matriz.
No vídeo abaixo você pode o laboratório de gravação de matrizes da Agabê, assim como um pouco de sua sala de impressão.

5º Preparação dos insumos

Nesta etapa ocorre a preparação do material usado na estampa. É feito o registro das matrizes para que o encaixe seja perfeito, as cores são matizadas / misturadas, os rodos preparados, etc…

6º Impressão

É nesta hora que a mágica ocorre: sua arte desenhada em computador se transforma em algo real, estampado sobre uma roupa.

*Impressão manual

* Impressão com carrossel automático

7º Secagem e cura das tintas

A pré secagem de estampas geralmente é feita com sopradores térmicos e flash cure. Tintas à base d’água curam a temperatura ambiente, já plastisois precisam de uma cura em estufas.

*Este vídeo demonstra a utilização de flash cure

8º Limpeza dos equipamentos.

Por fim, são limpas as matrizes e rodos para que estejam em perfeito estado na próxima utilização.


Os processos em uma serigrafia são muito variados, e a perfeita execução de todos é o que vai determinar a qualidade do serviço. Se tiver a oportunidade, vá visitar alguma serigrafia para conhecer sua dinâmica e fluxo de trabalho… com certeza será uma experiência enriquecedora para sua carreira de designer. Sugiro que você leia também o texto Como fazer serigrafia – guia para iniciantes, principalmente se você for um artesão.

Review do leitor
Data
Opinião
Gostei deste artigo. Em poucas palavras abrange todo o processo de serigrafia. Na teoria parece tão simples, agora quero ver na prática como será. Sucesso a todos serígrafos do Brasil.
Nota
41star1star1star1stargray
Loading comments...