Transfer laser, transfer jato de tinta ou sublimação?

As novas tecnologias de impressão digital oferecem a possibilidade de estamparmos roupas em pequena quantidade e com espaço físico reduzido, diferente da serigrafia (silk screen) que exige uma escala maior e um estúdio caro para o mesmo – sem querer comparar serigrafia com outra técnica, pois na minha opinião não existe nada melhor que o bom e velho silk atualmente.

Com a impressão digital você pode começar seu negócio de estampas com baixo investimento e depois ir se aprimorando conforme sua empresa for crescendo. Como sei que muitos dos leitores do Estampa Web são novos empreendedores criei este texto para mostrar os 3 tipos mais fáceis e baratos de se estampar roupas, ideais para quem está começando: transfer laser, transfer jato de tinta e sublimação.

Transfer jato de tinta

Esse tipo de estamparia é feita através de impressão do desenho em um papel especial com tintas pigmentadas, e posteriormente com uma prensa térmica o papel é “colado” sobre a peça de roupa.

Do que você vai precisar:

  • Impressora jato de tinta;
  • Tinta pigmentada;
  • Papel transfer;
  • Prensa térmica;
  • Plotter de recorte (opcional).

Com o transfer jato de tinta você pode tanto imprimir peças brancas quanto coloridas e pretas, pois o papel transfer faz uma espécie de fundo branco que cobre bem as cores das malhas e tecidos. Por esse mesmo motivo, dependendo da sua arte, você precisará de uma plotter – ou de bastante tempo e paciência para recortar manualmente com uma tesoura – para recortar este fundo branco e evitar bordas brancas na estampa.

Transfer jato de tinta recortado

Transfer jato de tinta recortado.

O transfer tem boa aderência tanto em algodão quanto em poliéster e composições mistas.

O que é possível estampar com transfer jato de tinta:

  • Camisetas claras, coloridas e escuras;
  • Mochilas, estojos e uniformes;
  • Roupas no geral;

Entrar neste mercado exige um investimento muito baixo. Na data que escrevo este artigo, por exemplo, você gastará aproximadamente:

  • Impressora Epson L220 – R$ 1200,00;
  • 100ml de cada cor de tinta pigmentada – R$ 150,00;
  • 10 folhas A4 de papel transfer – R$ 35,00;
  • Prensa térmica plana (40×60 cm) – R$ 2100,00;
  • Plotter de recorte (opcional) – R$ 2000,00;

Total do investimento com recorte: R$ 5485,00

Total do investimento sem recorte: R$ 3485,00

É muito importante você saber que o transfer jato de tinta depois de aplicado na peça fica com aquele aspecto de plastificado, como se fosse um adesivo colado sobre a mesma, deixando roupas com o caimento prejudicado. Outro fator relevante a considerar é a baixa durabilidade deste tipo de material que acaba quebrando e desbotando com as lavagens.

Por esse motivo que o transfer jato de tinta não é recomendado para moda e sim usado mais para confecção de brindes e promocionais.

Transfer laser

Esta técnica é similar ao transfer jato de tinta, porém é feita usando uma impressora laser com toner comum e papel transfer especial. Você também precisará de uma prensa térmica para aplicar o transfer e de preferência uma plotter de recorte para artes mais elaboradas.

Do que você vai precisar:

  • Impressora Laser;
  • Toner comum;
  • Papel transfer laser;
  • Prensa térmica;
  • Plotter de recorte (opcional).

Assim como o transfer jato de tinta, o transfer laser permite fazer camisetas claras, coloridas e escuras e diversas composições, além de outros produtos de malhas e tecidos leves.

Existem diversos tipos de transfers laser, todos diferindo em questão de qualidade: alguns para peças claras, outros para peças escuras e até alguns –que nunca testei – que se dizem auto destacáveis, ou seja, você não precisa recortar o fundo branco, pois o transfer estampa somente a área do desenho.

Transfer laser

Quanto você vai gastar para começar a fazer transfers laser? O investimento básico para entrar neste mercado não difere muito do investimento em transfer jato de tinta. Você gastará aproximadamente:

  • Impressora HP Laser Jet – R$ 900,00;
  • 100 folhas A4 de papel transfer – R$ 100,00;
  • Prensa térmica plana (40×60 cm) – R$ 2100,00;
  • Plotter de recorte (opcional) – R$ 2000,00;

Total do investimento com recorte: R$ 5100,00

Total do investimento sem recorte: R$ 3100,00

Apesar das impressões à laser ficarem mais bonitas e serem mais rápidas, o problema de durabilidade e dureza do transfer laser quando estampado é o mesmo do transfer jato de tinta, portanto não é recomendável usá-lo para moda.

Por serem tão parecidos não é necessário trabalhar com transfer laser e transfer jato de tinta. Você vai escolher ou um ou outro, dependendo do que já possui de equipamentos.

Sublimação

Na sublimação o seu desenho é impresso espelhado com tinta sublimática em papel especial. Posteriormente a prensa térmica transformará as tintas sólidas em gás que “pintará” as fibras de poliéster das malhas/tecidos permanentemente. Para tanto você precisará de uma impressora adaptada com tintas sublimáticas, papel sublimático e uma prensa térmica. Na sublimação não faz sentido usar plotter de recorte, pois o papel não é transferido para a malha, ele serve somente como base.

Do que você vai precisar:

  • Impressora jato de tinta;
  • Tinta sublimática;
  • Papel sublimático;
  • Prensa térmica;

O ponto fraco da sublimação é que ela funciona somente no poliéster, ou seja, camisetas de algodão sem chance. Em roupas somente as fibras de poliéster aceitam a tinta sublimática, ou seja, se você for estampar uma camiseta de poliviscose somente metade das fibras será estampada, interferindo diretamente na vivacidade de cores.

Como as tintas sublimáticas são translúcidas você só conseguirá estampar peças brancas e de cores clarinhas.

O investimento básico para começar com sublimação é o seguinte:

  • Impressora Epson L220 – R$ 1200,00;
  • 100ml de cada cor de tinta sublimática – R$ 200,00;
  • 100 folhas A4 de papel sublimático – R$ 30,00;
  • Prensa térmica plana (40×60 cm) – R$ 2100,00;

Total do investimento: R$ 3530,00

Se você trabalhar com tintas e papeis bons as cores da sublimação serão muito boas. A mesma coisa vale para a durabilidade que é excelente. Outro ponto positivo da sublimação é que a estampa fica totalmente sem toque, ou seja, parece que o próprio tecido/malha foi estampado.

Sublimação

O que é possível estampar com sublimação:

  • Camisetas brancas e claras;
  • Mochilas, estojos e uniformes;
  • Roupas no geral em poliéster;
  • Canecas, copos, chaveiros;
  • Almofadas;
  • Brindes em geral.

Outra coisa muito importante a levar em conta antes de optar por sublimação é a manutenção da impressora: é fundamental imprimir todos os dias ou ao menos fazer uma limpeza no cabeçote para evitar entupimentos, além de controlar a temperatura e umidade da sala.

Conclusão

Algo importante antes de comprar seus equipamentos é saber o tamanho das estampas que fará: se forem pequenas (aprox. 20 x 28 cm) uma impressora A4 serve, senão precisará comprar uma A3 (aprox.. 28×41 cm) ou até uma plotter para formatos maiores. Porém lembre-se que sua prensa também terá de ser maior.

Quanto a qualidade, sem dúvida a sublimação – apesar de todas as suas limitações – ganha disparado das técnicas com transfer, principalmente pela alta durabilidade e caimento perfeito.

Claro que o ideal é você trabalhar com a sublimação e mais algum dos tipos de transfer, para aumentar a gama de produtos que poderá produzir e consequentemente a quantidade de clientes que serão atendidos.

Bons negócios…

40 thoughts on “Transfer laser, transfer jato de tinta ou sublimação?

  1. Na sublimação a outras formas de estampar tecidos escuros e algodão além do transfer, que como você disse, tem baixa durabilidade. Existe o OBM que é uma película de tecido poliéster auto colante que pode inclusive ser impressa diretamente na impressora, além de adesivos termo colantes (Poliflex, politape) que necessitam de uma impressora de recorte. Acredito que as opções de transfer que você citou não sejam mais utilizadas comercialmente pela pouca durabilidade e visto que a outras formas de se fazer isso na sublimação, que mantém um grau muito maior de acabamento e de durabilidade.
    Além do mais, entrar nessa área sem ter o mínimo de conhecimento e de criatividade, por mais que o custo seja baixo, é muito arriscado, tem muita gente fazendo e pouca coisa de qualidade pode ser vista, porém, tendo um pouco de conhecimento e de disposição e muita criatividade, o universo da sublimação é bem vasto, indo bem além do que já se vê no mercado.

    Abraços,

    • Este artigo é para comparar as formas mais básicas de se iniciar no negócio, existem diversas outras técnicas complementares que se fossemos citar daria um artigo de milhares de palavras. Obrigado pela colaboração. ABRAÇO

      • Olá, eu quero estampar camisetas 100% algodão, porém queria deixá-las com o acabamento toque-zero, e com o transfer e o OBM isso não é possível, será que com a impressora a laser é possível?

  2. Olá Marcos tudo na paz de Deus?
    Gostei muito desse artigo! Tudo bem explicadinho e tal. Me diga uma coisa, se eu quiser trabalhar com sublimação e transfer jato de tinta para aumentar a gama de produtos como vc mesmo sugeriu, seria possível usar a mesma impressora fazendo só a troca das tintas ou eu teria que ter duas impressoras diferentes, uma para transfer e outra só para sublimação?

    Desde já agradeço!

    Maria

  3. Boa noite… eu preciso tirar algumas duvidas a respeito de qual maquina usar para fazer uniformes de times, abadás e outras impressões de porte semelhante. além da maquina de estampar, que tipo de impressora ou plotter de impressão sublimática devo usar??? qual o custo pra eu começar um negócio de tal porte….??

    • Olá Carlos… para esse tipo de trabalho você precisa de uma impressora grande (plotter) e uma prensa grande. Uma prensa grande para estampar peças inteiras custa mais ou menos R$ 15.000,00 e uma plotter da Mutoh ou Epson em torno de R$ 30.000,00 = R$ 45.000,00 aproximadamente. As vezes você acha umas promoções e compra mais barato.

      ABRAÇO

  4. Bom dia, marco tudo bem? estou entrando no ramo da sublimação, confesso que eu ia comprar todo material e depois realizar o mais forte que é as artes e até a programação, foi quando percebi que não tinha planejamento e com toda certeza teria problemas futuros, então decidi primeiro planejar todo o negocio e digo algo, é incrível como para entrar nesse ramo você precisa realmente se profissionalizar, ate porque usar as artes as quais todos já usam é muito limitado. um conselho meu, entrar no mercado com diferencial é algo impactante, então hoje devemos usar e abusar de Corel photoshop enfim todas as tecnicas para o melhor desenvolvimento. outro detalhe conhecer muito o mercado, até porque hoje a sublimação esta muito explorada.

    • Oi Rayana… com certeza o segredo todo do sucesso está na criação das artes. E foi inclusive por esse motivo que criamos o curso onde ensinamos Design de Estampas no Corel e Photoshop: http://designdeestampas.com.br/
      Estampar produtos qualquer pessoa pode fazer, porém criar coisas criativas e diferenciadas é o que vai realmente dar dinheiro.
      ABRAÇO

  5. No caso de eu querer utilizar a sublimatica e a jato de tinta eu teria que ter duas impressoras?
    Ou so precisaria trocar os cartuchos de tinta?

  6. Marcos lang, vou comprar uma Impressora Laser, mas gostaria de saber qual é, atualmente, a com melhor qualidade de impressão disponível no mercado, vou utiliza-la para transfer em camisas

  7. Olá Marco, tenho acompanhado seu curso de design de estampas e acho muito bacana as dicas que você dá. Sou designer gráfico, mas nunca havia trabalhado com estampas, por isso resolvi me aventurar nessa área. Como todo iniciante, estou tendo uma dificuldade enorme para entender como eu consigo estampar camisetas 100% algodão, sem que a estampa fique plastificada. É possível? Existe alguma outra técnica?

  8. O termo SUBLIMAÇÂO diz apenas a passagem do estado sólido diretamente ao gasoso. Só lembrando que a sublimação não se usa apenas tinta sublimática. Podendo utilizar impressora a laser, usado para sublimar canecas plásticas, canecas de acrílico, MDF, placa de acrílico, PVC, aço inóx e alumínio. Pois eu utilizo tinta pigmentada e papel sulfite para sublimar caneca de porcelana e o resultado é excelente, não necessitando usar tinta sublimática.

  9. Olá, boa tarde!
    Estou com muitas dúvidas, pois não sei nem por onde começar, possuo duas impressoras Epsons L355 e L 220 e uma prensa térmica 40×38 gostaria de saber que tipo de tinta poderei usar para estampar blusas em algodão ou só seria em poliéster? qual o tipo de programa de computador seria adequado na confecção das artes, e se a mesma tinta seria utilizada na estamparia de sandálias, bolsas e mouses?

  10. Olá, tudo bem? Acho que você pode me dar uma luz!
    Já gastei muito dinheiro comprando coisas que não combinam com meu objetivo.
    Tenho uma L355 com tinta sublimática, uma L220 com tinta pigmentada e uma prensa plana grande novinha em folha. Acredito que as impressoras estejam entupidas, pois a desmotivação foi grande após inúmeras tentativas com os mais diversos papeis especiais.
    Gostaria de estampar tecidos coloridos de algodão, com uma boa qualidade e de forma personalizada, ou seja, fabricar somente quando vender ou apenas algumas peças de cada estampa. Primeiro me decepcionei com a sublimação por todos os motivos, e após com o Transfer jato de tinta por “colar” o fundo branco junto. Já pensei diversas vezes em comprar um plotter, mas como gostaria de estampar frases, acho que não ficaria bom de qualquer forma. Além da qualidade inferior e de todas as incertezas de acabar investindo em algo sem ter a certeza que vai dar certo.
    Enfim, agora estou quase que totalmente convencida a iniciar uma serigrafia. Mesmo que meu foco seja produtos mais personalizados, acredito que ainda vale a pena o investimento.
    De qualquer forma, estou com com os equipamentos de sublimação, pigmentação e a prensa parados. Ao ler seu artigo, uma pequena chama de esperança acendeu quando li sobre o transfer laser “auto destacáveis”. Por acaso você teria mais informações a respeito?
    Quanto as impressoras já aceitei que vou perder a grana porque as tintas já devem ter secado, mas a prensa SE foi usada 10 vezes foi muito. E se eu colocar pra vender, primeiro que é difícil encontrar comprador, segundo que vão querer me pagar muito pouco por ser “usada”.

    Então, sobre o drama da minha vida, alguma dica? Compro um plotter (qual?)? Tento esse transfer auto destacável? Invisto em Silk? Desisto de tudo? Outra ideia?

  11. Uma coisa não entendo ainda: Pq qdo compramos essas imagens prontas elas podem ser feitas em camisetas de algodão e quando vamos imprimir nossas próprias imagens tem que ser tipo adesivo, por cima da camiseta e não espelhada?

  12. Olá ,

    preciso de uma ajuda, por favor, eu preciso saber se existe um jeito de estampar em veludo, quero fazer umas almofadas, e estou com duvidas será que teria problemas se fizer com sublimação ja que o veludo é poliester? e se teria problema com a temperatura da prensa ( poderia queimar o tecido)

    Obrigado

  13. tenho uma impressora sublimatica e um de tinta pigmentada, gostaria de estampar caneca de plastico,acrilico, mas sem ser a preparada para sublimação pois é mais cara que a comum que vi por ai no mercado. Gostaria de saber se estas canecas só podem ser estampadas com transfer laser ou pode utilizar a tinta pigmentada?

  14. Olá, primeiramente parabéns pelo seu blog.
    Eu possuo algumas dúvidas, e creio que você poderia me auxiliar:
    Pretendo fazer camisetas e canecas ao mesmo tempo, então estava pensando em utilizar começar com transfer e sublimação ao mesmo tempo. Mas para imprimir em canecas e camisetas, as tintas mudam? Ou posso utilizar as mesmas tintas? (entenda que terei que ter duas impressoras, uma para transfer e outra sublimática), abraço

  15. Boa noite Marco, estou querendo entrar nesse ramo de brides e camisetas personalizados, mas minha intenção é voltada para a linha Comics e gospel, pois a igreja em que sou membro realiza eventos e sempre personaliza as camisetas para os mesmo, sendo que as camisas são de algodão e gostaria de tentar conseguir fabricar essas camisas para ela. Nesse caso o que vc me indica para inicio, se puder me ajudar com quais equipamentos comprar ficaria mt agradecido.

  16. Olá, tudo bem? tenho uma impressora laser preto e uma prensa térmica. faço transferência sobre papel (tipo bolacha de copos) sobre papel e papelão, mas fica feio a camada de resina que o transfer deixa sobre a transferência. Você sabe um método para que essa camada não apareça?. muito obrigado.

  17. olá… um dúvida… a mesma prensa que usa pra sublimação, posso usar pra transfer laser? desde já agradeço

  18. Boa tarde, Marco!!

    Que transfers auto destacáveis são estes?? Você pode me dizer o fabricante ou revendedor??
    O único que encontrei foi “Papel transfer FOREVER Laser-Dark (no-cut) cmyk a+b A3)”, em Portugal!!
    Existe um produto similar aqui no Brasil??
    Desde já, muito obrigado!!

    Atenciosamente,
    Sandro.

  19. Olá, quero tirar uma dúvida, qual a impressora correta para transfer a laser em canecas de acrilico e canetas?

  20. Olá , tenho várias dúvidas uma delas é o seguinte comprei uma impressora a laser , laserjet cp1025 color , queria saber se ela serve para fazer a sublimação em tecidos de algodão , tipo toalhas entre outros tecidos , fiz um teste hoje nela e a impressão não saiu boa ficou borrada o desenho , e qual tipo de produto posso fazer a sublimação com essa impressora !

  21. Olá gostaria de saber se a impressora HP Color LaserJet CP1515n serve para trabalhar com transfer ea prensa é da rimaq.

  22. Boa noite, poderia me dar algumas dicas para sublimação em matéria EVA, sou iniciante, e pelo que entendi se o Eva for escuro não ficará boa a impressão? Comprei a impressora para sublimar Eva, e agora!

Atenção antes de comentar

  • Verifique se a sua pergunta já foi feita por outro visitante. Não respondemos perguntas duplicadas.
  • O prazo médio para respondermos é de 7 dias.
  • Quer perguntar para mais pessoas? Acesse nosso forum http://estampaweb.com/forum/.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*