Camisetas engraçadas doadas por americanos para haitianos pobres


Os fotógrafos Paolo Woods e Ben Depp documentaram um fato interessante em uma viajem para o Haiti: pessoas simples desfilando pela cidade com camisetas doadas por americanos. Até ai tudo bem, pois como todos sabem os haitianos passaram por maus bocados depois daquele terremoto horrível, e pessoas de todo o mundo contribuíram com donativos.O interessante, triste e ao mesmo tempo engraçado são as frases que estampam muitas camisetas, que em sua maioria contrastam muito com a situação da pessoa que a veste. Claro que os haitianos não conhecem a tradução das estampas, pois a maioria não entende nada de inglês.

O fato mais curioso levantado pelos fotógrafos foi de que a maioria dessas camisetas foram confeccionadas no Haiti e exportadas para os EUA, posteriormente voltando para as mãos dos haitianos em forma de doação.

Seguem abaixo as fotos das camisetas com a respectiva tradução das frases:

"Beije-me, pois sou loira."
“Beije-me, pois sou loira.”
"Eu faço as regras."
“Eu faço as regras.”
"Tirei nota 10 em atitude."
“Tirei nota 10 em atitude.”
"Estou em Virginia, vadia."
“Estou em Virginia, vadia.”
"Não sou ginecologista, mas quero da uma olhadinha."
“Não sou ginecologista, mas quero da uma olhadinha.”
"Essa é minha camiseta da sorte."
“Essa é minha camiseta da sorte.”
"Tudo pode acontecer quando estou por perto."
“Tudo pode acontecer quando estou por perto.”
"Ganhar 1 Milhão não vai me fazer mudar."
“Ganhar 1 Milhão não vai me fazer mudar.”
"Em cima, o homem; Em baixo, a lenda."
“Em cima, o homem; Em baixo, a lenda.”
"Eu amo Pizza"
“Eu amo Pizza”

Se quiser ver a série toda de fotos, visite o site do pessoal da Institute.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *