Fibra têxtil – CO, CL, WO, SK, CV, PAC, PUE, PES, PA, PP, PUR, PET

As fibras têxteis são divididas em dois grandes grupos: as fibras naturais que se caracterizam por serem retiradas prontas da natureza, como por exemplo o algodão e a seda; e as fibras não-naturais, que são obtidas através de processos industriais que moldam os polímeros em forma de filamentos.

Fibras Naturais

Fibras de origem vegetal

Estas fibras são obtidas dos caules, sementes, folhas ou frutos de vegetais. Alguns exemplos de fibras naturais são:

FibraNomenclatura (Sigla)
AbacáCB
AlgodãoCO
JutaCJ
LinhoCL
RamiCR

As  fibras  vegetais  são  compostas  por  celulose  natural,  por  isso  também  são  chamadas  de  fibras celulósicas naturais. São derivadas de uma grande variedade de sementes, dos caules e das folhas das plantas. Alguns exemplos de fibras vegetais são: algodão, linho, juta e o rami.

Todas  estas  fibras  possuem  composição  química  muito  semelhante,  porém,  suas  propriedades físicas, propriedades mecânicas e aparência diferem muito uma das outras. Esta variação pode ser notada principalmente nos tecidos manufaturados por diferentes fibras celulósica, como a maciez de um tecido de algodão, contra o toque seco do tecido de linho. As maiores semelhanças destas fibras estão na grande capacidade de absorção, na hidrofilidade, na boa condutibilidade térmica, na baixa resistência ao amarrotamento e na baixa estabilidade dimensional que proporcionam aos tecidos.

De todas as fibras vegetais,  algodão é a mais importante. A explicação para esta performance do algodão no mercado é na verdade bastante simples, primeiramente porque o algodão continua sendo a fibra têxtil preferida a ser utilizada em vestuário que possui contato direto com a pele do corpo, pois  comparativamente  às  fibras  artificiais  e  sintéticas,  sua  principal  vantagem  é  o  conforto  dos artigos  confeccionados.

Fibras de origem animal

As fibras de origem animal são obtidas de pelos ou secreções de animais. Como, por exemplo:

FibraNomenclatura (Sigla)
WO
SedaSK ou S

As fibras  animais  também  são  conhecidas  como  fibras  protéicas  por  possuírem  na  sua  estrutura química  básica  a  composição  de  aminoácidos.  Todas  as  fibras  protéicas  contêm  os  elementos carbono,  hidrogênio,  oxigênio  e  nitrogênio  em  sua  composição.  Em  cada  fibra  protéica  esteselementos são  combinados em diferentes quantidades e em diferentes formas moleculares. Como resultado, as propriedades de cada fibra tendem a serem conseqüentemente muito diferentes umas das outras, conferindo aos tecidos diversas propriedades, cores, texturas, etc.

Fibras de origem mineral

Existem também algumas fibras naturais de origem mineral, como:

FibraNomenclatura (Sigla)
Crisotila
Crocidolita
Fibra de basalto
Fibra de amiantoA

 

Fibras Não-Naturais (artificiais e sintéticas)

As  fibras  não-naturais  podem  ser  classificadas  em  artificiais  e  sintéticas.  As  primeiras  são produzidas  a  partir  da  celulose,  substância  fibrosa  encontrada  na  pasta  da  madeira  ou  línter  de algodão, daí também serem conhecidas como fibras celulósicas.

As  fibras  sintéticas  são  originárias  de  polímeros  petroquímicos  como  o  acrílico,  nylon,  poliéster, polipropileno, elastano entre outras. Hilaire de Chardonnet foi quem em 1889 produziu a primeira seda  (fibra)  artificial.  Alguns  anos  mais  tarde  iniciou-se  a  produção  industrial  da  “seda Chardonnet”,  que  era constituída  por  nitrocelulose.  Logo  a  seguir,  na  Alemanha,  produz-se  a  celulose  cupromoniacal (Max Fremery e Johannes Urban). Por seu lado, a Inglaterra desenvolveu a produção de viscose, cujo processo industrial somente em 1921 alcançou a viabilidade técnica para a produção de Raions (fibras contínuas) e de fibras descontínuas para a cardação e fiação.

Fibras artificiais

Este tipo de fibra é produzida pelo homem, porém, utilizando como matéria-prima polímeros naturais como a celulose, estes polímeros são regenerados dando origem a novas fibras.

FibraNomenclatura (Sigla)
AcetatoCA
Lyocel ou LiocelCLY
ModalCMO
ViscoseCV

 

Fibras sintéticas

Fibras sintéticas são produzidas pelo homem a partir de produtos químicos da indústria petroquímica. Os principais exemplos são:

FibraNomenclatura (Sigla)
AcrílicoPAC
Elastano (poliuretano ou spandex)PUE
PolésterPES
PoliamidaPA
PolipropilenoPP
Poliuretano ElastoméricoPUR
Aramidas
Polietileno (Polietilenotereftalato)PET

 

FONTES: Prof. Gislaine de Souza Pereira e Wikipedia.

One thought on “Fibra têxtil – CO, CL, WO, SK, CV, PAC, PUE, PES, PA, PP, PUR, PET

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*
*